A Free Template From Joomlashack

INFO SBC

XXIX Encontro da SBC e XXXI dos Servidores em Porto Velho / RO - 21/07/2014 a 25/07/2014

Ritos das Igrejas orientais

Contatos

Envie artigos, sugestões:
sbc@infosbc.org.br

Diretoria 2011-2014

Presidente:
Dom Sérgio de Deus Borges
Vice-Presidente:
Côn. Carlos Antônio da Silva
Secretário-Geral:
Mons. Rhawy Chagas Ramos
Tesoureira:
Drª Sueli Almeida de Oliveira

Brasão


Cap. Victor Hugo Carneiro Lopes Rua Recife, 212 (casa) Jd. Brasil - Barra Avenida 40140-330 Salvador - BA Tel:(71) 3247-6062
Catequese de Adulto: Quarto Encontro. Tema: Jesus Cristo PDF Imprimir E-mail
Sáb, 02 de Julho de 2011 00:00

Oração inicial:

Leitura Bíblica: João 1, 1-16

Objetivo do encontro: Conhecer sobre a pessoa de Jesus Cristo, sua missão e levar os catequizando a fazer uma experiência de Cristo em sua vida.

Texto:

Jesus Cristo é o Filho eterno de Deus feito homem; que Ele "veio de Deus", desceu do céu, veio na carne, pois o verbo se fez carne e habitou entre nós, e nós vimos a sua gloria, glória que ele tem junto ao Pai, como Filho único, cheio de graça e de verdade...

Por essa introdução vamos descobrindo e conhecendo a pessoa de Jesus Cristo. Em primeiro temos que ter claro que Cristo é o Filho eterno de Deus feito homem. Vejamos bem que esse feito homem quer nos dizer que assumiu nossa humanidade, habitando entre nós.

O evangelista João nos ensina que no princípio era a palavra e estava com Deus e era Deus. Essa palavra tornou-se carne, isto é, a pessoa de Jesus Cristo veio morar entre nós. (João 1,1-2)

Embora tendo assumido nossa condição humana, Cristo não trouxe sobre si o pecado do homem. Ensina a profissão de fé que Cristo era verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Como Deus livre do pecado e ao assumir a condição humana livre também ficou.

Qual a missão de Jesus Cristo ao assumir nossa humanidade?

Cristo veio para resgatar o homem e conduzi-lo de um modo mais perfeito para Deus. Também veio revelar Deus, que na sua infinita bondade quis ser revelado.

Podemos pensar que Cristo sendo Deus fosse como um "mágico"e que nos momentos de dificuldades ele resolvia tudo, pois tinha poder para isto, mas deve ficar bem claro para nós que era verdadeiro Deus e verdadeiro  homem e que enfrentou os mesmos desafios de uma pessoa comum.

A manifestação de Cristo entre nós é fruto do pleno amor que Deus tem por toda a humanidade.

Cristo assumindo a missão de resgatar o homem do pecado, como conseqüência dessa missão foi parar numa cruz doando se totalmente em favor de muitos. Porém, tendo vindo para vencer a morte com sua morte, Cristo ressuscitou ao terceiro dia alcançando novamente a glória que tinha junto do Pai.

Nos ensina a Igreja que Cristo sendo pontífice eterno é o fim da história humana, ponto ao qual convergem as aspirações da história e da civilização, centro da humanidade, alegria de todos os corações e plenitude de todos os seus desejos.

Toda a humanidade foi marcada por Cristo, isto é, ao tornar-se homem, anunciar a Boa Nova, morrer e ressuscitar ao terceiro dia todo o gênero humano de um modo geral está ligado a sua pessoa.

Cristo teve uma vida impar sendo homem nos ensinou a obediência a Deus Pa. Não somente isso buscou também levar a todos os que se aproximavam dele a fazer uma experiência pessoal de Deus, buscando uma conversão de coração.

Somente quem ama verdadeiramente é capaz de se doar por inteiro, assumindo uma história humana marcada pelo pecado e leva-la a redenção tornando-a participante da graça divina.

 

Reflexão: Para você quem é Jesus Cristo, e como Ele está presente em sua vida?

Você já havia pensado no porquê de Cristo assumir nossa humanidade?

 

Oração final: rezar o salmo 106

 

Fonte: Compendio do Vaticano II. Decreto Ad Gentes, nº 868, p. 353.

Idem. Constituição Dogmática Lumem gentium, n. 3, p 41. Petrópolis, Vozes, 1984.

Catecismo da Igreja Católica. A Profissão da Fé p 59.